Elaboração Pauta II

novembro 30, 2007 at 10:30 pm (Sem-categoria)

A próxima matéria a ser publicada no blog será a 6ª edição do Moto Tchucos, um encontro de motociclistas. O evento terá musica, brincadeiras e show de pilotagem. Ocorrerá nos dias um e dois de dezembro, no ginásio de esportes Kurashiki, em Sapucaia do Sul.

Link permanente Deixe um comentário

Esporte Clube Cidadão:Aprendizagem e Inclusão na Sociedade

novembro 23, 2007 at 10:05 pm (Sem-categoria)

Idealizado pelo instituto do tetracampeão e atual técnico da seleção brasileira de futebol, Carlos Caetano Bledorn Verri, o Dunga -Instituto Dunga de Desenvolvimento do Cidadão(IDDC), junto com a Associação de Cristã de Moços de Porto Alegre(ACM), desenvolve o projeto Esporte Clube Cidadão. Há mais de seis anos, a entidade vem promovendo a concientização da cidadania de crianças, jovens e adultos através de atividades ligadas ao esporte, cultura e capacitação profissional, numa das comunidades mais carentes da capital.

A entidade beneficente, localizado no bairro Restinga, uma das regiões mais vulneráveis de Porto Alegre, atende 400 beneficiários entre crianças e adolescentes de seis a 18 anos em estado de risco e de vulnerabilidade social, encamihadas pelo conselho tutelar e de escolas públicas da comunidade. Oportunizando condições de significativas mudança de vida e pleno desenvolvimento na formação destes.

O acompanhamento são diversos, vão desde físico ligados a diversas atividades esportivas, artes, informática e nutricional( reforço alimentar).

Construida numa área de cinco hectares, terreno cedido pela prefeitura, a Vila Restinga Olímpica como é chamado o centro social e esporivo conta com inúmeras salas de recreação, uma ampla cozinha, refeitório, laboratório de informática e principalmente a cancha esportiva.

O projeto conta com a participação de 26 profissionais, sendo que em cada área existe um supervisor e três estagiários. São profissionais que oferecem o seu carinho e atenção para muitos jovens que muitas vezes não recebem de sua família e muito menos da sociedade.

Os cursos profissionalizantes como o de informática, que conta com a parceria da empresa DELL( mensalidades a baixo custo) e o de gastronomia( gratuito), destinados a adolescentes adultos que estejam desempregados e que possuam renda familiar baixa, uma triagem é feita para os interessados em participar dos cursos. Em alguns casos, após o término do cursos já são encaminhados para um emprego fixo- diz a coordenadora do projeto, Nádia Cristina Araújo.

Prova disto, é Kelly Silva 22 anos, cerca de um ano concluiu o seu curso de gastronomia e já está no seu segundo emprego: “Foi muito importante para mim a realização deste curso, antes eu não conseguia serviço de jeito nenhum por não ter qualificação profissional e também não ter condições financeiras em me qualificar”, afirma a moça que hoje trabalha numa loja de conveniência.

Vamos conferir um vídeo na cozinha do Projeto onde são realizados alguns cursos um deles é o de panificação.

A maior parte dos investimentos para a manutenção do projeto continuam vindo de seus idealizadores e com empresas parceiras. Doações são sempre bem vindas.

 

 

Biblioteca

 

Apenas duas pessoas trabalham como voluntários no Esporte Clube Social, uma na parte do artesanato que realiza um trabalho com grupo de mulheres visando conseguir uma fonte de renda a mais para as senhoras, e outra na jardinagem mas não assiduamente. A coordenadora explica a ausência de voluntariados se deve principalmente a distância do local, lamentando principalmente a falta de voluntários ligados a atividade esportiva.

Link permanente 2 Comentários

Exercício de Hipertexto

novembro 16, 2007 at 3:30 pm (Sem-categoria)

Após o vendaval, a reconstrução

Moradores tentam reconstruir seus bens e normalizar a vida no noroeste do Estado

Silvana de Castro, Missões | silvana.castro@zerohora.com.br

 

Mais 24 horas depois do vendaval ter assolado o noroeste gaúcho, o caos ainda tomava conta das ruas e da rotina dos moradores de cidades como Boa Vista do Buricá e Porto Mauá.

Telhas e galhos espalhados pelas vias, postes de energia elétrica inclinados e edificações sem cobertura ainda podiam ser vistos. Com a trégua da chuva e do vento, os telhados ficaram repletos de gente. Muros viraram varais de roupas e cobertas molhadas.

Em Municípios como Boa Vista do Buricá, os funcionários da prefeitura que auxiliam as famílias atingidas estavam também cuidando de suas moradias. O aposentado Adão Armindo Baierle, 64 anos, teve de contratar cinco homens para colocação das telhas que comprou.

— Estava dormindo. Quando acordei, o telhado já tinha voado. Levantei na água. Minha mulher e minha filha gritavam muito — recorda o aposentado.

A cidade estava sem luz até a tarde desta quinta-feira. Cerca de 80% das edificações foram danificadas. O prefeito Jorge Gilberto Klockner (PTB) está preocupado com as escolas e creches municipais. Sem as aulas, os funcionários de fábricas e empresas teriam que ficar em casa com os filhos.

A reconstrução em Porto Mauá é mais delicada. Não só as coberturas de residências se foram com o vento, mas também paredes de concreto e madeira. Das 287 moradias atingidas, há 25 totalmente destruídas. Em uma delas, morreu durante o temporal o agricultor Alirio Dallabona, 55 anos, quando uma viga de concreto caiu sobre ele.

A prefeitura ajudará a erguer as casas de quem não tem condições financeiras. Os moradores de Porto Mauá terão outra história triste para contar do vendaval: o cemitério da localidade de Sete de Setembro teve 50% dos túmulos derrubados.

Em Santa catarina, 11 municípios sofreram com o vendaval, deixando centenas de pessoas desabrigadas.

Fonte: Site Zero Hora.com

Link permanente Deixe um comentário

Elaboração de Pauta

novembro 13, 2007 at 11:09 pm (Sem-categoria)

A matéria a ser publicada no blog será sobre iniciativas e instituições que trabalham na promoção da educação, saúde e da cultura, ajudado crianças e jovens a garantir um futuro melhor.

O instituto Ronaldinho Gaúcho, localizado no bairro Hípica, na zona sul da capital tem o objetivo de dar uma oportunidade de crescimento e formação aos jovens carentes, através de atividades esportivas, cursos de informática, além de tantas outras.

Entrevistar responsáveis do projeto para saber como funciona, seu inicio, pessoas envolvidas, atividades desenvolvidas, parcerias, como é feita escolha dos jovens para participarem do programa.

Link permanente Deixe um comentário